A IMPORTÂNCIA DO AGNI NA DIGESTÃO

fogo-digestivo-agni-escolhas-saudaveis-rocio-mouzo

No Ayurveda sempre se fala que o mais importante é uma correta digestão, já que sem ela começam os desequilíbrios. Para que essa digestão possa acontecer de forma apropriada o agni tem que funcionar de forma adequada.

O que é esse Agni então?

“ O Ayurveda vê o corpo humano como uma máquina metabólica capaz de transformar o alimento, a água, o ar, os pensamentos e as impressões que entram em nossos sentidos em energia e em estrutura dos nossos corpos físicos e sutis. Essa energia mantém toda essa estrutura, dando condições de funcionamento dessa máquina, mediante a capacitação orgânica, cognitiva, emocional e sensorial.
O Agni é a forma de energia mais importante que atua sobre o corpo humano, correspondendo ao terceiro elemento, o fogo. Nos antigos ritos védicos, o fogo era adorado como o deus mais importante, sendo representado como o Sol, a chama, a energia interna capaz de promover a percepção, a ação e a expressão, sendo estes os atributos da consciência humana. O agni é, portanto, a grande energia de transformação.

Dentre todos os agnis, o mais importante é o fogo digestivo, que recebe o nome de Jatharagni, termo que vem da raiz sânscrita que significa barriga, abdome. Tem as mesmas propriedades do fogo: quente, seco, luminoso, aromático, sutil, móvel e penetrante.

– O agni é aumentado por tudo que contenha sua natureza como os temperos quentes e aromáticos, como gengibre, pimenta-do-reino, pimenta-malagueta entre outros.

– Quando o agni é suficiente no organismo, as toxinas não permanecem no corpo. A mente e os sentidos se mantêm claros e agudos, estimulando para mudanças positivas no direcionamento da vida.

– Quando o funcionamento do agni se encontra em desequilíbrio, provoca a rigidez mental, o peso estomacal, as emoções negativas e a deficiência nas percepções.

Os 4 estágios do funcionamento do agni seriam:

estagios-do-agni-escolhas-saudaveis-rocio-mouzo

Agni elevado (Tikshana): apresenta-se, geralmente nos indivíduos de constituição Pitta. São pessoas possuidoras de forte apetite e com boa capacidade digestiva, não ganhando peso com facilidade.

Agnie baixo (Manda): apresenta-se geralmente, nos indivíduos de constituição kapha, possuidores de pouco apetite, mas constante. Possuem um baixo metabolismo que favorece o ganho de peso com facilidade.

Agni variável (Vishama): apresenta-se geralmente nos indivíduos de constituição Vata, possuidores de apetite variável de acordo com o estado emocional, oscilando entre a fome excessiva e a falta de apetite.

Agni equilibrado ( Sama): apresenta-se quando os doshas e as emoções estão em perfeita harmonia e equilíbrio.

Estagio Kapha: é o estágio preliminar da digestão e está relacionado com o prazer proporcionado pelo ato de ingerir o alimento. O processo inicia-se quando o alimento é percebido pelos sentidos visuais e olfativos, acorrendo o estimulo das glândulas salivares. O alimento, ao ser conduzido à boca, sofre o processo de mastigação e trituração, além de ser envolvido pela saliva. Logo após, é direcionado para o estomago, no qual ocorre uma emulsificação com uma secreção alcalina, de sabor predominantemente doce, liquefazendo-o para potencializar a ação das secreções digestivas.

Os fluidos que atuam nesse estágio digestivo são a saliva e a secreção alcalina protetora do revestimento do estomago, que também emulsifica o alimento promovendo a digestão dos elementos terra e água.
Este estágio deve ser incentivado com a preparação de pratos bem apresentados visualmente e com um aroma atraente proporcionados pela utilização de especiarias. Durante as refeições, toda a atenção deverá ser direcionada para o processo da alimentação, devendo-se evitar qualquer atividade que não esteja relacionada com o processo alimentar, como leituras, ver televisão, preocupações e conversas ou discussões que podem comprometer a digestão.

Muitos problemas como náuseas, falta de apetite e vômito de muco alcalino ocorrem quando se utilizam alimentos pesados, de paladar doce, salgado e os derivados de leite em geral.
Os derivados ácidos de leite e os de coloração amarelada são os que mais produzem muco, devendo ser utilizados com moderação.

O iogurte natural deve ser usado com ervas digestivas como cominho, açafrão e cardamomo. Misturas de frutas no iogurte aumentam a fermentação no aparelho digestivo.

Imagem4

 

Estagio Pitta: é o principal estágio da digestão que ocorre no estomago e no intestino delgado. O bolo alimentar, sob a influencia das secreções ácidas dos sucos digestivos provenientes do estômago, pâncreas, fígado e intestino delgado, é transformado em nutrientes e energia predominando a digestão do elemento fogo.

Muitos problemas como hiperacidez, gastrite, e úlceras estão relacionados com esse estágio, sendo provocados por alimentos que agravam Pitta, como os de características quentes, ácidos e picantes, como as pimentas. Também está incluído o consumo de bebidas alcoólicas durante as refeições como cervejas e vinhos.

Estagio Vata: é o estágio mais inteligente da digestão. Ocorre no intestino grosso, onde são digeridos os elementos ar e éter, estando relacionados com a absorção de prana.

Nesse estágio ocorre a identificação dos cinco elementos úteis e aproveitáveis, excluindo o que deverá ser excretado. A terra não aproveitável será eliminada sob a forma de fezes. A água, sob a forma de urina e suor. O ar, sob a forma de gases intestinais.

Muitos problemas como flatulência, constipação e distensão abdominal, estão relacionados com esse estágio sendo provocados por alimentos que agravam Vatta, como nutrientes leves, secos, sem fibras e adstringentes.

E assim que funciona o agni mais importante no metabolismo dos alimentos o Jatharagni, mas além dele temos mais cinco agnis localizados no fígado e sete agnis específicos de cada tecido.

Geralmente as toxinas (ama) são substâncias provenientes da falta de critério de seleção alimentar, com a utilização de produtos industrializados e de origem animal, da deficiência metabólica dos Agins na digestão e do mal funcionamento intestinal na eliminação dos seus resíduos.

As toxinas também são provenientes de hábitos como o tabagismo e o alcoolismo, do contato inadequado com produtos químicos, principalmente no ambiente profissional e das poluições ambiental e alimentar.

Os estados mentais e emocionais negativos também estão relacionados com a formação de toxinas, inibindo o sistema imunológico por meio da redução dos linfócitos T, favorecendo o aparecimento de distúrbios de origem psicossomático”

Saiba mais sobre alimentação Ayurvédica

_______________________________________________________________

Informação tirada do livro do Dr. Edson D’Angelo e Janner Rangel Côrtes
“Ayurveda. A ciência da Longa Vida” – Editora Madras

CADASTRE-SE E RECEBA GRÁTIS O E-BOOK ESCOLHAS SAUDÁVEIS
E APRENDA A FAZER O SEU DETOX AYURVÉDICO.

Responsive image

Rocio Mouzo


Este blog nasceu com o intuito de oferecer dicas, receitas e informações valiosas para ter uma vida saudável e feliz. Mahatma Gandhi dizia: “As doenças são o resultado não só dos nossos atos, mas também dos nossos pensamentos”. Vamos fazer escolhas saudáveis na alimentação, nas atitudes da vida e nos pensamentos e a felicidade virá.

12 comentários no post “A IMPORTÂNCIA DO AGNI NA DIGESTÃO

  1. Mais uma vez lhe sou grata por compartilhar conosco seus conhecimentos. Cada artigo, vídeo, palestra, etc que encontro me esclarece no autoconhecimento, o qual me ajuda a corrigir hábitos errados na alimentação.
    Roccio Você é uma preciosidade que cruzou meu caminho. Daqui para frente estarei sempre com você.
    Gratidão – forte abraco


  2. Rocio, muitíssimo grata pelas informações, disponibilizadas sempre com tanto cuidado e carinho! (esse é um excelente tempero para nos ajudar a digerir novos saberes e sabores : ) Creio que este mês vou encarar o anti ama! Mesmo ainda engatinhando na mudança de (maus) hábitos, me sinto mais corajosa desta vez, graças ao trabalho maravilhoso que você e seu time de colaboradores vêm fazendo!
    Um beijo e até a próxima!
    (Em tempo: passei os contatos da Micheline Souza que encontrei no Escolhas Saudáveis para um casal de amigos que acabou de receber uma filhinha, mas não conseguiram falar com ela… Será que o email está ativo?)


    • Olá Vivien. Fico feliz pela tua coragem de começar o anti ama com a gente este mês.
      Todos vocês estarão muito bem acompanhados. É claro que o melhor é sempre consultar
      um terapeuta, e se puder faça isso também.
      Referente a Micheline, vou verificar com ela e te falo. Seria muito importante eles
      aprenderem a fazer a shantala, a massagem para o bebê.
      Um abraço


  3. Olá Rocio!
    Gostaria que me enviasse a reprise do bate papo com o Tiago: Ayurveda: A nutrição do Ser. Não assisti pq caiu na minha caixa de spam e não vi. É possível?
    Quanto ao artigo do Agni digestivo achei bastante esclarecedor, aos poucos vou aprendendo mais e me encorajando para aderir esta linda ciência em minha vida, e tudo que sei até agora foi por teu intermédio. És uma pessoa muito linda.
    Gratidão por contribuir com tantos conhecimentos em minha jornada.
    Abraços
    Cleudete


  4. Muito bom o conteúdo, bem esclarecedor parabéns pela qualidade das informações e obrigado por nos manter nutridos nesse conhecimento saudável para nossa integridade.

    Namaskar!


  5. Olá Rocio meu nome é Josue, gosto de seus artigos mas confesso que acho meio confuso o entendimento principalmente para identificar o meu tipo de de dosha, mas acho que com o tempo me acho, em relação ao ayurveda club gostaria que vc disponibiliza-se a lista de terapeutas ayurvedas próximos a nossa região como prometido para termos acesso assim também as terapias. Desde já grato.


    • Olá Josué. No começo é assim mesmo. São conceitos muito diferentes, mas pouco a pouco você verá que faz muito sentido.
      Referente aos nomes dos terapeutas não está pronto ainda. Pode me enviar um email dizendo onde mora e posso verificar
      para você um terapeuta perto.


Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão

Campos obrigatórios são marcados com *